Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Weliton do Posto e Raimundo Lídio estiveram com Marcos Pereira Ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio


Convicto de que pode contribuir no resgate da confiança e na recuperação econômica do Brasil, o advogado e presidente licenciado do PRB, Marcos Pereira, foi empossado na tarde do dia 12/05, como ministro de Estado da Indústria, Comércio e Serviços. A solenidade ocorreu no Palácio do Planalto.

No gabinete do deputado Federal Cleber Verde, Marcos Pereira recebeu Weliton do Posto pré candidato a prefeito de Araioses e Raimundo Lídio Prefeito de Paulino Neves, onde dialogaram sobre as conjunturas do PRB em suas respectivas cidades e na região do Baixo Parnaíba. Ainda na reunião foram discutidos projetos para Araioses e Paulino Neves, sendo que as potencialidades das duas cidades foram descritas de forma ampla. As problemáticas dos municípios também foram discutidas. O diálogo foi muito proveitoso e esperamos confiantes que o Ministro Marcos Pereira, o deputado Cleber Verde juntamente com Weliton do Posto e Raimundo Lídio, contribuam com mais ações que beneficiem os moradores e as cidades de Araioses, Paulino Neves e região.



Marcos Pereira, presidente nacional do PRB. (Foto: Douglas Gomes/Divulgação/PRB)

Marcos Pereira tem 44 anos, é advogado, bispo licenciado e presidente nacional do PRB. Antes votação do processo de impeachment no Senado, ele era cotado para o Ministério da Ciência e Tecnologia.

Natural de Linhares, no Espírito Santo, Pereira foi eleito presidente do PRB em 2011. Seu partido, que conta com 22 deputados federais e um senador.

Na ocasião da posse, a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Sistema Firjan) convidou o empresariado a apoiar o novo ministro, “contribuindo com uma agenda de desenvolvimento que certamente poderá ser construída a quatro mãos”. Marcos Pereira falou por telefone com o presidente da entidade, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, e com players do setor. A agenda de encontros será intensificada nos próximos dias.


Djair Prado


Nenhum comentário:

Postar um comentário