CASA BELA - MÓVEIS E ELETRODOMÉSTICOS

Pesquisar este blog

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Identificados os oito mortos em Tragédia na BR-135

SÃO LUÍS – Um grave acidente registrado na BR-135, nesse domingo (3), chocou o município de Humberto de Campos. As oito vítimas mortas, que estavam em um Corsa Classic, já foram identificadas. O carro colidiu, no Km 38, com um caminhão que carregava lixo.

As vítimas são uma família com avó, mãe e filho, sendo Helena Santos da Conceição, de 70 anos, que era mãe de Valdicleide Santos da Conceição, de 34, que por sua vez, era mãe de Kelvin Daniel da Conceição Costa, de um ano e quatro meses.

Valdicleide e o filho Kelvin. Foto: Arquivo Pessoal
Outra família era a do próprio motorista do carro. Ele prestava um serviço de táxi-lotação de Humberto de Campos a São Luís. O condutor foi identificado como Reginaldo, conhecido como “Careca”. Com ele estavam, ainda, a esposa Vanda e a filha Hana, de oito anos.

Reginaldo, motorista do carro. Foto: Arquivo Pessoal
Vanda, esposa do motorista. Foto: Arquivo Pessoal
Também no carro estavam Dionilson dos Santos da Silva, de 28 anos, que era pedreiro e vinha à capital a trabalho; e Rosânia Santos, de 14 anos, que morava com a irmã e iniciaria um curso em São Luís.

1467615612-261861472
Dionilson. Foto: Arquivo Pessoal

1467615629-261861472
Rosânia. Foto: Arquivo Pessoal

Os corpos das vítimas foram liberados ontem pelo Instituto Médico Legal (IML) e estão sendo velados em Humberto de Campos. Por meio de nota, o governo do Maranhão se pronunciou sobre a tragédia:

Diante de mais uma tragédia na BR 135, estrada de responsabilidade do Governo Federal, por meio do DNIT, o Governo do Maranhão se manifesta nos seguintes termos:

1. Essa obra de duplicação da BR 135 se arrasta há mais de quatro anos, em ritmo absurdamente lento;

2. Ao longo desse tempo, as lideranças do Maranhão pediram prioridade à obra. No atual mandato do governo do Estado, já foram pelo menos 10 reuniões pedindo atenção e urgência por parte do Governo Federal;

3. Registre-se que a bancada federal maranhense no Congresso Nacional e a Assembleia Legislativa também têm solicitado providências por parte do Governo Federal;

4. Em janeiro de 2016, o Governo do Estado inclusive se dispôs a assumir a gestão da obra, para concluí-la. O que acabou por não ser aceito pelo Governo Federal;

5. Passados vários meses, constata-se que a obra continua quase parada, enquanto se sucedem as tragédias;

6. Assim sendo, o Governo do Maranhão nesta data mais uma vez apelou ao Governo Federal, para que a duplicação da BR 135 seja retomada e concluída;

7. Em continuidade a esses esforços, o Governo do Maranhão está tomando providências junto à bancada federal do Maranhão e ao Ministério Público Federal, a quem compete fiscalizar omissões administrativas no âmbito federal;

8. O Governo do Maranhão manifesta, mais uma vez, solidariedade a todas as vítimas que têm sofrido por imperícia de outros condutores de veículos e pela inexplicável paralisação de tão importante obra federal.


Fonte: imirante.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário