CASA BELA - MÓVEIS E ELETRODOMÉSTICOS

Pesquisar este blog

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Justiça eleitoral da comarca de Tutóia realiza audiência pública sobre as novas regras para as eleições 2016

Juiz. Dr. Rodrigo Otávio Terças Santos, da Comarca de de Tutoia-MA

Pré-Candidatos a Prefeito, vereadores, presidentes de Partidos, sociedade, participam daAUDIÊNCIA PÚBLICA, realizada na tarde de quinta-feira(7), no AUDITÓRIO DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, no centro de Tutoia, onde o JUIZ DE DIREITO DA COMARCA, na pessoa do MMTerças, da Justiça Eleitoral, orientando todos os presentes durante quatro horas de palestra onde foram apontados quais serão as regras da lei eleitoral, nessas eleições/2016, aplicadas entre os Candidatos que terão que seguir as normas rigidamente.

A equipe do Cartório Eleitoral, na pessoa do Sr. Marçol, e Dr. Rodrigo Terças, da Zona Eleitoral, asseguraram que nessas eleições municipais nesse município, os trabalhos já estão bem adiantados o que tange as estruturas para realização da eleição, em virtude de cobrir os dois municípios vizinhos, PAULINO NEVES E TUTOIA.

As orientações e limitações da Justiça Eleitoral, pois em cheque a exclusão de várias dúvidas o que pode ou não o candidato de cada partido ou coligação. Por exemplo: Abertura de contas, CNPJ, e a data antecipada em atender as normas da justiça com os documentos exigidos e entregues em tempo certo, sem ter que deixar para última hora e correr os riscos de serem prejudicados em iniciar suas propagandas liberadas.

Disse Rodrigo Terças(Juiz). Esperá um apoio dos candidatos e dos partidos, em contribuir nessas eleições, um fiscalizando o outro. Era esperado na tarde de quinta-feira(7), para "Audiência" a presença de um bom público, em razão da grande relevância que é o Tema Eleitoral. Mas um público limitado esteve das 14:00 horas até às 18:30. Outras informações na palestra do MM, foi que essas eleições virá com fortes aparato policial e reforço do exercito brasileiro, diante das experiências vivenciadas nas últimas eleições de 2012, que percebeu -se a falta de uma grande força de segurança policial, em principais pontos estratégicos da região em zonas de votações.



com informações de Antonio Amaral


Nenhum comentário:

Postar um comentário