Pesquisar este blog

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

COLUNA SAÚDE: Conheça a doença de Alzheimer.



A doença de Alzheimer acomete sobretudo os idosos, é incurável e o principal sintoma é a perda progressiva da memória. 


1 – Ela é cada vez mais comum - Quase 44 milhões de indivíduos ao redor do mundo têm Alzheimer. 

2 – Os médicos ainda não conhecem muito bem sua origem - Os cientistas ainda não chegaram a um consenso. Eles sabem que há um aumento de uma proteína chamada beta-amiloide nas redondezas dos neurônios, que gera placas capazes de destruir as conexões entre as células. Outra causa conhecida tem a ver com uma proteína, chamada Tau, que forma novelos prejudiciais aos neurônios. 

3 – A maioria dos medicamentos falha - As drogas testadas contra esse tipo de demência não trouxeram qualquer resultado positivo. Os especialistas não sabem o que atacar exatamente. O diagnóstico geralmente é tardio, dificultando a eficácia dos tratamentos.

4 – Não é só a memória que sofre - Cientistas constataram que a proteína beta-amiloide também provoca transtornos depressivos. Linguagem, atenção e orientação espacial também são abaladas.

5 – Tem como prevenir

Apesar desse mal não ter cura, algumas medidas simples ajudam – e muito – a preveni-lo.
Mexa o corpo - Pesquisadores descobriram que quem se exercita mais tem um cérebro maior, sobretudo em áreas associadas à memória e ao Alzheimer, a exemplo do hipocampo. 
Mexa também a cabeça - Quanto mais exercitar o cérebro, melhor. Desafie o raciocínio com leituras, cursos, jogos de videogame… A inatividade cognitiva aumenta em 19% o risco de ter Alzheimer.
Controle o peso - Manter-se em forma evita danos às artérias. Nesse sentido, também é crucial controlar colesterol, pressão e diabete.
Alimentação - Uma dieta rica em peixes, azeite de oliva, vegetais e castanhas resguarda os neurônios. Frutas vermelhas são outra ótima pedida.



Por Rosário Ramos, Fisioterapeuta - Clinica Espaço Vida/MA.



Nenhum comentário:

Postar um comentário