Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Tutoiense apresenta artigo cientifico com o tema "ANÁLISE DA DINÂMICA DUNÁRIA E DA EXPANSÃO URBANA DA CIDADE DE TUTÓIA (MA) ENTRE 1987 E 2010" no XVIII Encontro Nacional de Geógrafos


Genílson Gonçalves Nunes, natural do povoado de cajazeiras em Tutóia/MA, atualmente estuda Geografia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul com residencia em Porto Alegre- RS.

Em julho deste ano, apresentou o artigo cientifico no XVIII Encontro Nacional de Geógrafos em São Luis- MA. 


Veja Abaixo o Artigo:


ANÁLISE DA DINÂMICA DUNÁRIA E DA EXPANSÃO URBANA DA CIDADE DE TUTÓIA (MA) ENTRE 1987 E 2010 


INTRODUÇÃO 


O município de Tutóia está localizado a nordeste do Estado do Maranhão na região nordeste do Brasil. A área deste estudo está localizada entre a baia de Tutóia e os rios Cagantã e Comum, ambos pertencentes à APA delta do Parnaíba (Figura 1), conforme o Dec. s/n.º de 28.08.1996. O relevo na região é formado pela planície litorânea, modelada por agentes e processos marinhos. Entre eles, destacam-se os ventos alísios, cuja ação move as dunas para a direção noroeste onde estão localizadas as margens dos rios e o interior do continente, que caracteriza-se por apresentar extensas planícies flúvio-marinhas cortadas por uma rede de canais, que formam as ilhas do Delta. Como resultado dos processos de acumulação flúvio-marinha, e sob influência das características destes ambientes, desenvolvem-se extensas áreas de mangues e dunas móveis no seu interior com orientação predominantemente Nordeste-Sudeste. Guzzi (2012) define que alguns destes campos encontram-se fixados por vegetação rastejante e arbustiva e áreas de tensão ecológica formada por caatinga a Leste, cerrado a Sudoeste e sistemas marinhos a Norte. 

Nesse contexto, os rios mencionados possuem a função de transportar, através das marés, a areia jogada na área de manguezais e igarapés. Por sua vez, os diferentes níveis de marés transportam para a baía os sedimentos arenosos, formando bancos de areia na baía de Tutóia, potencializando, dessa forma, o movimento dunário. Conforme Antônio Cordeiro Feitosa (2006), nesta área ocorrem: praias, mangues, dunas, lagos e rios. A proximidade com o mar influi diretamente sobre grande parte dos processos de modelagem do ambiente, dando origem aos campos de dunas móveis e dunas fixas sem cobertura vegetal e intercaladas por lagoas de origem pluvial. Os cursos d’água da região fazem parte da bacia hidrográfica do rio Parnaíba e a vegetação é composta por formações com influência marinha e flúvio-marinha e Floresta Estacional com a presença de encraves de mata dos cocais.



Clique AQUI e veja o artigo completo


Nenhum comentário:

Postar um comentário